AMD pode abandonar suporte ao Linux

A AMD está atravessando por uma crise, e esta crise teve mais uma consequência  A empresa resolveu encerrar as atividades do Operating System Research Center (OSRC), que se localiza em Dresden na Alemanha.

Neste laboratório técnicos dirigiam pesquisas e desenvolviam estratégias para que os produtos da AMD fossem otimizados para diversas plataformas. E era nesse laboratório que o suporte ao Linux era elaborado e desenvolvido.

Para o seu melhor entendimento da situação, o seu SO precisa dialogar com o hardware, para funcionar corretamente. E quem realiza este trabalho é o Kernel, que é a camada mais básica do SO.

Para funcionar corretamente e garantir que o SO vai tirar o máximo de desempenho do equipamento, é preciso que o suporte do hardware seja muito bem resolvido e desenvolvido de modo que o Kernel não tenha problemas para administrar a máquina.

E quem era responsável por este tipo de trabalho era os técnicos do OSRC.

Com referência ao Linux, não significa que os novos produtos da AMD não funcionarão no
software livre. O que acontecerá é que novos produtos não terão suporte, a novas versões de Kernel Linux. Consequências disso é um mal funcionamento, incompatibilidade e baixo desempenho.

Em meio a esta grave crise a AMD, já havia cancelado alguns projetos e diminuído parte de sua mão de obra nos últimos meses. Com o
fechamento do OSRC a empresa está a ponto de decidir acabar com suas pesquisas em busca de desenvolvimento de novas placas e processadores mais modernos e otimizados para diversas plataformas.

Fonte: Techtudo

Receba um ebook Grátis, como produzir vídeos profissionais com smartphones e melhorar suas transmissões web.

*Digite seu email: